Ferramentas Pessoais
Acções do Documento

França financia projectos de investigação científica

Maputo, 22 Mar 07 (www.jornalnoticias.co.mz) - O Instituto Francês de Pesquisa para o Desenvolvimento (IRD) e o Governo de Moçambique rubricaram, esta semana, em Maputo, um acordo de cooperação ao abrigo do qual instituições francesas ligadas ao sector de investigação irão financiar, nos próximos três anos, programas e projectos de investigação científica, inovação e transferência de tecnologia desenvolvidos por instituições moçambicanas.

Ao abrigo do acordo, rubricado pelo Ministro da Ciência e Tecnologia, Venâncio Massingue, e pelo presidente do Conselho de Administração do IRD, Jean-François Girard, instituições de investigação de Moçambique poderão, igualmente, ter acesso ao conhecimento científico existente na França. O acordo cobre as áreas de Agricultura, Ciências Marinhas, Pescas, Saúde, etnobotânica, vulnerabilidade às mudanças climáticas e gestão sustentável da biodiversidade.

“Trabalhar nestas áreas é uma obrigação científica e moral, dado os desafios que o nosso país enfrenta numa altura que tanto sofremos de cheias como de seca, predominam doenças diarreicas, malária e malnutrição, temos escassez de alimentos por falta de tecnologias para incrementar a sua produção e o seu processamento”, disse o ministro.

O governante explicou ainda que Moçambique tem um Acordo Geral de Cooperação com a França, que resulta da recente visita que o Presidente da República, Armando Guebuza, efectuou àquele país.

“No caso específico da França, o IRD é a instituição que articula a cooperação científica, e é por isso que houve necessidade de se estabelecer este acordo específico que trate da cooperação na área de investigação científica”, disse.

Venâncio Massingue frisou ainda que, ao abrigo do acordo, numa primeira fase serão constituídas equipas e identificados programas e projectos enquadrados no âmbito da Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação e que sejam passíveis de financiamento pelo IRD.

 “Neste momento, por exemplo, temos um programa envolvendo a Universidade Eduardo Mondlane, o Instituto Nacional da Saúde, o Conselho Científico de Etnobotânica, entre outras instituições. Uma vez concluído o programa, será submetido à aprovação pelo  IRD e outras partes envolvidas e, posteriormente, serão disponibilizados os recursos financeiros para a sua implementação”, disse.
Por seu turno, o PCA do IRD disse que a sua instituição sente-se “honrada por trabalhar com Moçambique, porque o Governo fez uma escolha acertada ao colocar a ciência no topo da sua agenda de prioridades”.

 

« Novembro 2014 »
Do
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30
INTRANET


Quem pode aceder?
Esqueceu a sua senha?