Ferramentas Pessoais
Acções do Documento

Impacto na indústria global do gás natural em discussão

Maputo, 13 Mar. (AIM) – A capital moçambicana, Maputo, é desde hoje até quinta-feira epicentro da Conferência Internacional sobre Gás, cujo objectivo é discutir o impacto na indústria global das recentes descobertas de gás natural na bacia do Rovuma, norte do país.

Discursando na sessão de abertura do encontro de dois dias, o Ministro da Planificação e Desenvolvimento, Aiuba Cuereneia, disse que o país é bastante rico em recursos naturais e possui um potencial e uma diversidade consubstanciada nas descobertas de gás natural, carvão, areias pesadas e outros minerais.
O desafio do Executivo moçambicano, segundo o Ministro, é assegurar a gestão e exploração sustentável dos mesmos. Segundo as estimativas, o país possui mais de cem triliões de pés cúbicos.
Para o efeito, as lições a tirar do encontro devem indicar as linhas mestras das ligações que os projectos de exploração destes recursos naturais, em particular o gás, devem criar a nível local e nacional.
“Os debates à volta das receitas provenientes da exploração dos recursos naturais devem conduzir a uma cada vez melhor utilização dessas receitas para a redução das assimetrias regionais, de modo a criar um desenvolvimento equilibrado no país”, disse Cuereneia.
O governante apontou, a título de exemplo, que os avultados investimentos realizados por várias empresas internacionais na Bacia do Rovuma resultaram em descobertas de quantidades significativas de gás natural na costa marítima da província de Cabo Delgado, cuja produção inicia em 2018.
A expectativa do governo, segundo o titular da pasta da planificação e desenvolvimento, é que com o início da produção, a contribuição desse recurso natural para o Produto Interno Bruto (PIB) atinja os 13 por cento contra os actuais 1.7 por cento.
“Esperamos que os estudos para a concepção de um mega-projecto de produção e exportação de Gás Natural Liquefeito (LNG) resultem não só no melhoramento da posição da balança comercial do país, mas sim na dinamização da economia interna através da contribuição às receitas fiscais e programas de responsabilização social.
No pacote temático do encontro, figuram temas como “o papel e o impacto dos recursos de gás natural no fomento do desenvolvimento energético”; “desenvolvimento integrado do gás para uma exportação e utilização regionais equilibradas”, entre outros.

« Outubro 2014 »
Do
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031
INTRANET


Quem pode aceder?
Esqueceu a sua senha?