Imprensa

Nampula / PRM confisca pontas de marfim e pedras semi-preciosas

Nampula / PRM confisca pontas de marfim e pedras semi-preciosas

A Polícia da República de Moçambique (PRM) deteve dois cidadãos, dos quais um de nacionalidade tanzaniana, na manhã da última sexta-feira, na posse de sete peças de marfim, com um peso total de 45,5 quilogramas, e 3,7 quilogramas de pedras semi-preciosas (granadas).

A apreensão da mercadoria ilegal, que seguia a bordo de um autocarro da empresa NAGI Investimentos, ocorreu no posto de controlo número 2, instalado ao longo da Estrada Nacional número 1 (EN1), no distrito de Murupula, província setentrional de Nampula.

A descoberta foi feita durante uma revista rotineira efectuada por uma unidade da PRM ao referido autocarro que, na ocasião, seguia da cidade da Beira, capital da província central de Sofala, em direcção a cidade de Nampula, capital da província com o mesmo nome. 
As pontas de marfim estavam escondidas no interior de um saco de milho e as pedras semi-preciosas numa pasta.
Segundo o porta-voz do comando provincial da PRM em Nampula, Zacarias Nacute, os dois suspeitos, motorista de nacionalidade moçambicana e o cobrador encontram-se detidos na 1ª Esquadra. 
“Até agora não foi possível averiguar a proveniência dos produtos uma vez que os indivíduos ainda não se pronunciaram sobre o caso, mas a polícia está a trabalhar no sentido de obter mais informações sobre o mesmo’’ disse Nacute.
Entretanto, os suspeitos negam o seu envolvimento no caso e dizem que a mercadoria apreendida pertence a um passageiro que estava no interior do autocarro e que se escapuliu durante a revista, abandonando a sua bagagem.
Segundo os suspeitos, referido individuo ora a monte, embarcou no distrito de Alto Molocué, província central da Zambézia. 
“As 04h30, apareceu um senhor com um saco dizendo que queria viajar para Nampula. Quando chegamos no posto de controlo, a polícia mandou-nos parar e começou a fazer a revista. Durante a revista o dono do saco desceu do carro e fugiu (...) na mesma altura informamos que o mesmo tinha uma pasta dentro do carro e quando abriram, encontraram as pedras e nos levaram para a esquadra” disse o motorista detido.
(AIM)