Imprensa

Nyusi insta estudantes moçambicanos em Cuba a preservarem valores patrióticos

Nyusi insta estudantes moçambicanos em Cuba a preservarem valores patrióticos

O Presidente da República, Filipe Nyusi, desafiou os estudantes moçambicanos em Cuba para que não percam de vista os valores patrióticos e a estejam permanentemente a par dos acontecimentos no seu país.

Nyusi lançou o repto, na noite de sexta-feira, durante um encontro com a comunidade moçambicana em Cuba, acto que teve lugar na residência do embaixador acreditado neste país da América Latina.
“Dizem que vocês se comportam bem e estudam bem. Isso é o importante. Saibam viver numa fase de mudanças. Temos que estar coesos para podermos trabalhar”, sublinhou o Chefe de Estado moçambicano.
Numa curta mensagem apresentada na ocasião, os estudantes queixaram-se dos baixos valores de subsídios das bolsas de estudo e atraso de pagamento, razão pela qual pedem um reajuste.
Sem mencionar valores, a mensagem refere que “Moçambique continua a ser o país que mal paga as bolsas e, como se não bastasse, os valores são pagos com atrasos”.
Em resposta, o Presidente da República disse entender a situação, mas que o país atravessa actualmente uma fase muito difícil devido a suspensão da assistência directa ao Orçamento do Estado que era concedida pelos parceiros de cooperação. 
“Por causa das medidas tomadas pelo Fundo Monetário Internacional, não temos apoio. O que estamos a fazer é garantir o pagamento de salários”.
Segundo Nyusi, a solução para os problemas que os estudantes apresentaram passa, necessariamente, pelo trabalho.
O encontro, que foi marcado por um jantar de confraternização ao som da música interpretada pelo saxofonista moçambicano Moreira Chonguiça, acompanhado por um conceituado músico local, contou com a presença de mais de 30 residentes em Cuba.
(AIM)