Imprensa

Moçambique e China assinam acordo de cooperação militar

Moçambique e China assinam acordo de cooperação militar

Moçambique e China assinaram esta segunda-feira, em Maputo, um acordo de cooperação militar de assistência às Forças Armadas de Defesa de Moçambique, FADM. Assinaram o acordo o ministro de defesa nacional, Salvador Mtumuke, em representação do governo moçambicano e o embaixador chinês acreditado no país, Su Jian.

Ao abrigo do acordo, aquele país asiático compromete-se a prestar assistência técnica militar, incluindo formação, fornecimento de equipamento, acessórios, entre outros, no valor de cerca de 11,5 milhões de dólares.
O Ministro da Defesa Nacional, Salvador Mtumuke, explicou que o documento “preconiza a construção e apetrechamento do Regimento de Protecção e fortalece os laços de amizade e fraternidade entre as forças armadas dos nossos países” 
O diplomata chinês disse, por seu turno, que o acordo enquadra-se no conceito definido pelo seu país como parte integrante da sua estratégia de cooperação global. A estratégia inclui o apoio da China para incrementar a capacidade de defesa e da soberania e integridade territorial de Moçambique.
Segundo aquele diplomata, o acordo, “destina-se também a reforçar a capacidade militar das Forças Armadas de Moçambique para garantir a soberania nacional e reforçar o seu mandato nas missões de paz”.
O evento foi antecedido pela acreditação do novo adido militar chinês para Moçambique, o coronel Chang Xiang. (RM)