Imprensa

"No país ainda não há ocorrência do surto da doença de peixes" - Augusta Maíta

"No país ainda não há ocorrência do surto da doença de peixes" - Augusta Maíta

O Governo disse, esta terça-feira, em Maputo, não haver restrição para o consumo do pescado nacional, na sequência do surto da doença de peixes.

O pronunciamento foi feito pela ministra do Mar, Águas Interiores e Pescas, Augusta Maita, no fim de mais uma sessão do Conselho de Ministros, na sequência de uma notificação feita pela SADC, dando conta da existência, no Malawi, da síndrome ulcerativa epizoótica, uma doença que afecta os peixes.

Augusta Maita apelou à vigilância de todos e sublinhou que não há ainda ocorrência, nas águas territoriais, do surto de  ulcerativa.

Ministra do Mar, Águas Interiores e Pescas, Augusta Maita, e o estado de alerta sobre a iminência, na região da SADC, do ulcerativa 

Na sessão desta terça-feira, o Conselho de Ministros aprovou vários instrumentos legais e apreciou informações sobre o balanço e perspectivas da aplicação das medidas de prevenção da Covid-19.

A apreciação das informações teve lugar num dia em que o país cumpre, desde esta terça-feira, 01 de Setembro, a segunda fase do alívio das medidas restritivas impostas pela Covid-19, visando estimular a economia nacional.

O Governo aprovou na sessão o decreto que regula a pesca marítima, e o decreto que aprova o Estatuto Orgânico da Autoridade Reguladora de Águas, Instituto Público. (RM)