Imprensa

Perto de 300 mil agricultores submetem pedidos de crédito ao Programa Sustenta

Perto de 300 mil agricultores submetem pedidos de crédito ao Programa Sustenta

Perto de trezentos mil agricultores do sector familiar submeteram propostas de negócio para o acesso ao crédito do Programa de Gestão Integrado de Agricultura e Recursos Naturais, Sustenta.

Desde número, mais de setenta mil famílias são da província da Zambézia que pretendem implementar projectos de agricultura de conservação

para a segurança alimentar e rendimento na campanha 2020-2021.

 Os dados foram anunciados, esta quarta-feira em Quelimane, pelo ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Celso Correia, à margem da aula de indução aos administradores distritais, directores de actividades económicas e extensionistas.

Celso Correia afirmou que o número de propostas submetidas ultrapassou em mais de cem por cento as projecções iniciais.

"A nível nacional estamos com cerca de trezentas e vinte mil famílias, muito acima daquilo que eram as primeiras projecções, o que significa que existe uma procura e vontade grande, não só da Zambézia, mas de todos os produtores de aderirem aquilo que são os serviços que o Sutenta oferece a nível nacional. Então, a minha espectativa é que a Zambézia possa ter mais emprego, acima de tudo, que é o compromisso que o governo assumiu, mais rendimento para as famílias e uma melhoria do seu bem-estar", disse.

Celso Correia acrescentou que ao nível do país, serão formados quatro mil extensionistas em técnicas visando o aumento da produção de culturas alimentares e de rendimento. (RM Zambézia)